Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Jardim Secreto

O Jardim Secreto

25
Mar17

Carta # 13 - Para alguém de quem me afastei

Caro C.,

Esta carta é para ti. Optei por me afastar de ti e não me arrependo, porque sei que fiz o que era melhor para mim. E já estava mais do que na hora de me pôr a mim mesma em primeiro lugar.

Foste a luz ao fundo do túnel quando saí da escuridão em que estava mergulhada há tanto tempo. Fizeste-me acreditar novamente que existem homens bons, cavalheiros, que têm consideração pelos outros. 

Passei momentos bons ao teu lado, mas não somos certos um para o outro. Ainda não és a pessoa certa. És egocêntrico e devias tentar mudar isso. Não foste a única pessoa a ser magoada, neste mundo onde existem milhares e milhares de pessoas. Não podes pensar apenas no que queres e no que sentes, porque nada, nem uma amizade, nem um romance, sobrevive quando a pessoa pensa única e exclusivamente em si. Não podes afastar as pessoas só porque tens medo que a tua imagem de homem forte e frio fique manchada. Quando encontrares a pessoa certa, no momento certo, abre-te, sê vulnerável, dá mais de ti... e pensa também no que ela possa sentir. São estes os conselhos que te dou, sabendo que essa pessoa não sou eu.

Não lamento que tenhas entrado na minha vida, mesmo que de passagem. Afinal, tinhas algo para me ensinar. Ensinaste-me que eu estava carente e por causa disso acabei procurando afecto na pessoa errada, no momento errado e no lugar errado. Ensinaste-me que não posso reflectir nos outros a pessoa com quem estive anteriormente nem os comportamentos errados e de auto-humilhação que já tive. Ensinaste-me que há coisas que não posso permitir a nada nem ninguém e que eu mereço ser tratada de forma correcta, sempre. Acima de tudo, fizeste-me ver que ainda não estou pronta. Ainda não estou pronta para me expôr novamente, para ser vulnerável de novo, para me apaixonar por alguém. E a meu ver, tu também não estás. Fizeste-me ver que as coisas acontecem quando têm que acontecer e não quando as perseguimos, ainda para mais pelos motivos errados.

Espero que respeites o meu afastamento, o meu silêncio. Espero que encontres alguém que te faça apaixonar de novo, sem restrições, quando estiveres pronto. Espero que sejas feliz. Mas não vai ser comigo.

Até um dia. 

4 setas perdidas

Comentar post